Já no século 16 Galileu Galileu dizia: “Todas as coisas estão ligadas por fios invisíveis. Não é possível arrancar uma flor sem incomodar uma estrela”. Passaram-se séculos e ainda assim a humanidade, como um vírus, se alastra sem contenção, sem calcular os estragos que causamos com nossas atitudes. Não deixamos espaço para a natureza se regenerar, não damos um segundo de paz para a Mãe Natureza, justo ela que sabe ser generosa com todos os seres.

Então proponho aroveitamos o isolamento do Corona Vírus para deixar a natureza em paz por alguns dias. Não visite a natureza, não vá a parques, não vá a praças, deixe a natureza quieta. Esse pode ser um segundo de descanso para um planeta que sofre com as atitudes da humanidade. Quando tudo voltar, veremos que a natureza não parou, ela irá, mesmo que seja o equivalente a menos de um segundo de paz para a Terra, renovar através do silêncio que a ausência humana nesses locais trará.

Para quem não sabe, no começo do século 19 houve casos de gripe espanhola pelo mundo todo. Uma recomendação dos jornais da época recomendava “evitar o pânico, porque os médicos diziam que o pânico abaixava a imunidade e deixava a pessoa mais suscetível à gripe”. Ou, nas palavras de um outro jornal da época: “a desordem dos espíritos causa a desordem das coisas”.

Em 2001, no Reino Unido, uma doença chamada de “doença do pé, mão e boca” causou na época isolamento. O governo determinou que todas as áreas verdes fossem fechadas por 1 ano. Curioso foi o fato que tal fechamento proporcionou uma regeneração da fauna e flora local, animais que não eram mais vistos passaram a frequentar novamente aqueles ambientes que antes eram tomados pelo burburinho incessante da humanidade.

Volto para a frase Galileo Galilei, “Todas as coisas estão ligadas por fios invisíveis. Não é possível arrancar uma flor sem incomodar uma estrela”. Tudo está ligado.

Esse não é o momento de seguirmos líderes religiosos, eles não querem que fiquemos em casa pois irão perder o dinheiro que fazem com a fé. Esse é o momento de acreditarmos na ciência e não repetirmos, como muitas vezes no passado, atitudes de ignorância para com a medicina. Não precisamos esperar em pânico. Que ficar em casa seja um ato de amor para com a Natureza, para com nossos amigos, parentes, vizinhos.

É desesperador ver “bruxas” dizendo que o Corona Vírus é uma bobagem, ainda mais se pensarmos que no passado mulheres que foram chamadas de bruxas descobriram a importância da higiene e das propriedades curativas das plantas e foram criticas por curar um corpo doente, pois naquela época se acreditava que a doença muitas vezes era enviada por deus como punição. Essas mulheres sábias do passado contribuíram para o que a medicina hoje é, um corpo de conhecimento que se leva anos para aprender.

Não é hora de acreditar em receitas miraculosas, não é hora de acreditar no medo e no pânico, mas é a hora de seguirmos as recomendações das autoridades e evitar crendices que somente pioram ainda mais a situação. Por mais que nossas receitas façam bem ao nosso espírito, não é hora de fazer com que as pessoas acreditem que existem modos fáceis de resolver um problema que a própria medicina irá levar meses para se resolver. Acredite na Bruxaria, mas não desmereça a ciência, pois ela fez mais pela humanidade do que um bocado de crendices poderia fazer.